Setembro, 2014: Programação - PALÁCIO FOZ


Panorâmica do Vestíbulo e de parte da Escadaria Nobre.
Palácio Foz
Praça dos Restauradores, Lisboa
Entrada Livre

Recital de Flauta e Cravo

António Carrilho, flauta de bisel, Helder tenor & Eagle recorder | Cristiano Holtz, cravo
Entrada Livre
03 de setembro às 18:00
Sala dos Espelhos

Master Classe de Flauta de Bisel

Master classe sob a orientação de António Carrilho
Entrada Livre
04 de setembro às 18:00
Sala dos Espelhos

Master Classe de Flauta de Bisel


Master classe sob a orientação de António Carrilho
Entrada Livre
06 de setembro às 18:00
Sala dos Espelhos

Recital de Canto e Piano


Susana Bentocanto - Anastássia Govorovapiano

Anastasija Govorova - Klaipeda, 1985.
Ramo Artístico para Piano, Academia Lituana de Música e Teatro, professor: Zbignevas Ibelhauptas. 2013: Mestrado de Piano: Anton Bruckner Privatuniversität, Linz, Áustria, com Till Körber. Estuda hoje com este professor, Música de Câmara e Acompanhamento Pianístico. Participa em várias master classes, com: Muza Rubackyte, Petras Geniusas, Aleksandra Juozapenaiteeesmaa, Christoph Elton, Tigran Alichanov, Peter Nagy, Hans/Peter Stenzl, Ksenia Knorr, Valentina Bermann, Eugene Skovorodnikov. Alemanha: 2009, bolseira de Erasmus com Peter Waas, Escola Superior de Música Franz Liszt, Weimar; 2010, Master-Classe de Heidrun Holtmann. Diversos projetos artísticos com apresentação pública. Comemoração dos 200 anos do nascimento de Franz Liszt: Concerto Hexameron. 2012: pianista no projeto orquestral de Daniel Schnyder. Dá regularmente concertos a solo ou com música de câmara. Tem sido premiada em vários concursos internacionais.
Susana Bento - Coimbra, 1981.
Licenciada em Dança Contemporânea/Espetáculo, Escola Superior de Dança, Lisboa. Canto: Escola de Música do Conservatório Nacional, com Manuela de Sá e José Manuel Brandão. 2005 Pós-graduação Salzburg Experimental Academy of Dance, Áustria. 2006/Linz: bolseira na Anton Bruckner Privatuniversität com William Mason. 2007-2012 Canto Lírico, principal professora: Ulrike Sych; por fim: Robert Holzer/Kurt Azesberger. 2010/2011 Mozarteum Sommerakademie Salzburg: master classes de Rudolf Piernay. Atuações: 2007: Carmen, G. Bizet, Salzburger Landestheaterchor, Haus für Mozart; Hallstatt: Insel der Vogelmenschen, D.Graham e J-P.Dessy. Linz’09: Fouché, F. Hummel. Sob a dir. de A. Quasniczka: 2012: Lúcido, D. Hochreiter, p. Mezzo-soprano, Flauta de Bisel, Piano e Live-Electronic; 2014: Linz/Passau Missa Nr.3 em fá m, A. Bruckner (solo Alto); Ansfelden Missa da Coroação, W.A. Mozart (solo Alto). Musiktheater Linz 2014 Carmina Burana, C. Orff: Dança-Teatro de M.H. Lin (coro grande/Nr.8: Chramer gip die varwe mir); Carmen, G. Bizet, Linzer Landestheaterchor.

PROGRAMA
A. Remesa (1952-)
“Stygmatas
Pequenas miniaturas para piano forte”
Frederico Mompou (1893-1987)
“Cantos Mágicos”
Energic
Obscur
Profond-lent
Mistérios
Calma
Manuel de Falla (1876-1946)
“Siete Canciones Populares Españolas”
El paño moruno
Seguidilla murciana
Asturiana 
Jota
Nana
Canción
Polo
Jorge Croner de Vasconcelos (1910-1974)
Três Redondilhas de Camões
Descalça vai para a fonte
Pus meus olhos numa funda
Na fonte está Leonor
Ernesto Lecuona (1896-1963)
Danzas Afro-Cubanas pour piano
“La Conga de media Noche”

Xavier Montsalvatge (1912-2002)
Do ciclo “Cuba dentro de un piano”
Canción de cuna para dormir a un negrito
Canto negro
Entrada Livre
08 de setembro às 18:00
Sala dos Espelhos


Recital de Piano


Miriam Grosmanpiano

 Desenvolveu os seus estudos no Rio de Janeiro, onde obteve vários prémios em concursos de piano. É Doutora em Artes Musicais (DMA), título concedido pela Catholic University of América, em Washington DC, onde foi orientada pelo Professor Doutor Thomas Mastroianni. Graduada pela Escola de Música da UFRJ, é também Mestre em Música pela mesma Instituição. Professora da UFRJ, integra os quadros dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação como professora de Piano e orientadora de dissertações de Mestrado. Recebe convites para master classes, oferecendo, ainda, cursos de extensão e seminários voltados para aspetos didáticos, estilísticos e interpretativos, como Aprendizagem e Memorização, Desenvolvimento do Pianismo,  Chopin - obra e estilo, Beethoven - estilo e interpretação. Muitos dos seus alunos destacaram-se em concursos nacionais de relevância, alguns deles atualmente em programas de pós-graduação no exterior. É autora de diversos artigos publicados em revistas especializadas de circulação nacional brasileira como Liszt e a Técnica Pianística, O Pianismo no Brasil, Ginastera e Música de Câmera com Piano e A Importância do Trabalho Mental. Apresenta regularmente trabalhos em colóquios internos de Pós-Graduação, com ênfase em aspetos didáticos como Técnica Pianística,  Medo de Palco e a Importância do Ritmo. Paralelamente à docência, desenvolve atividade artística relevante como solista e camerista, tendo-se já apresentado em salas de Concerto  no Brasil, em Portugal, em Espanha, na Áustria e nos Estados Unidos. Integra o Trio Francisco Mignone com o violoncelista Ricardo Santoro e o flautista Afonso de Oliveira,com gravações que incluem os dois trios inéditos do compositor para esta formação. Os comentários da crítica especializada foram excelentes, incluindo a Revista Diapason que avaliou o CD com a cotação de 5 Diapasons. Sobre a interpretação dos Seis Estudos Transcendentais, Carlos Dantas declara que "a pianista Miriam Grosman dá -nos uma versão que prima pela dinâmica filigranada, pela conduta técnica dominada  senhorilmente. Performance nota 10" (Tribuna da Imprensa, 3 de maio de 2006). Em setembro de 2009 foi lançado um novo CD com obras para piano solo de compositores estrangeiros e brasileiros. Exerceu a chefia do Departamento de Teclado e Percussão durante cinco anos e atualmente é Coordenadora dos Cursos de Extensão da Escola de Música da UFRJ.
Entrada Livre
09 de setembro às 18:00
Sala dos Espelhos

Recital de Piano



Tomohiro Hatapiano

Nascido em 1986, Tomohiro Hatta começou os seus estudos  musicais aos cinco anos de idade com M. Endo. Em 2005 ruma a Paris e continua o seu percurso musical na École Normale de Musique de Paris. No ano seguinte obtém o Diplôme d'Exécution de Piano, por unanimidade e com felicitações do júri. Em 2007, recebe o Diplôme Supérieur d'Exécution. Ingressa depois no Conservatoire National de Région de Paris, na classe de Billy Eidi, terminando o curso três anos mais tarde com a mais elevada classificação, por unanimidade. Obteve o diploma de Aperfeiçoamento em Música de Câmara pelo Conservatório de Genevilliers. Realizou também um mestrado na ESART (Castelo Branco, Portugal), sob a orientação de Paulo Álvares. Trabalhou ainda com Paul Badura-Skoda, Caio Pagano, Sergei Markarov e France Clidat. Apresentou-se, em 2003, na prestigiada sala Dvorák Rudolfinum, e foi então convidado para tocar o 3º concerto de Beethoven com a Orquestra Klassika de S. Petersburgo. Em 2006, como mais jovem candidato, foi semi-finalista no Concurso Internacional de Música da Cidade do Porto. Em 2009, foi semi-finalista do concurso Long-Thibaud (Paris) e um ano depois recebeu o primeiro prémio no Concurso Internacional de Piano Maria Campina (Portugal) e o segundo prémio no Concurso Internacional Alexander Scriabin. Participou nos concertos "Midi et demi” e “Animato” da Salle Cortot. Tocou nalgumas das mais prestigiadas salas em França e ainda na série de concertos “Bon anniversaire Monsieur Chopin”, transmitida pela televisão France 3, na Salle Pleyel. Acompanhou Christophe Boulier (violinista vencedor do concurso Long-Thibaud) em Paris e Mezin. A 30 de dezembro de 2009, em Lisboa, deu início às festividades do 200º Aniversário de Chopin em direto para a Antena 2. A par da sua carreira como solista, atua em duo com o pianista português Ricardo Vieira. Tomohiro Hatta foi recentemente convidado a orientar a classe de  piano dos Conservatórios de Música de Coudray-Montceaux e de Vauréal, em França.

 PROGRAMA
Alfredo Keil (1850-1907)
Impressions poétiques
Douze mélodies
Entrada Livre
10 de setembro às 18:30
Sala dos Espelhos


Recital de Piano

VOLTAR AOS EVENTOS

Ana Rápiano

Ana Rá iniciou os estudos musicais aos cinco anos de idade com os pais, ambos músicos. Foi posteriormente aluna da Academia de Música de Luanda e, mais tarde, do Conservatório de Música de Lisboa, onde  terminou o Curso Superior de Piano. Frequentou a escola de Jazz do Hot Club de Lisboa. Tem-se dedicado ao ensino da Música, como professora de Piano e Formação Musical. É autora de várias coreografias. Acompanhou classes de Dança clássica e contemporânea. Participou com Música improvisada em espetáculos de Poesia de Autores portugueses, declamada pelo ator Camacho Costa. Em 1997 formou o trio “Transparências” - Piano, Canto e Poesia. Em 2007 foi convidada para criar a Música para o espetáculo teatral  “Fernando, Mil Pessoas uma Musa e…”, sobre a Vida e Obra de Fernando Pessoa, tendo feito parte integrante do espetáculo como pianista e personagem (alter-ego de F. Pessoa). É autora, compositora e pianista de Tons d’Alma, um quarteto de piano, voz, violino e guitarra;  Tons d’Alma teve o seu início em 2006, como dueto de piano e voz. É autora do projeto “O Ser em Expressão”, onde a música é a pedra-de-toque para uma viagem ao imaginário de cada um, cuja expressão se vai soltando através do movimento corporal, da escrita livre, da pintura, da criatividade vocal, do diálogo e do próprio silêncio. Em outubro de 2013 gravou o seu recente trabalho para piano solo, “Encantamento”, composto por doze temas da sua autoria, cuja edição em CD está para breve. Ana Rá está a divulgar esta sua obra através da apresentação em concertos.
Abril 2014

PROGRAMA
"Encantamento"
Valsa do Universo
Metamorfoses da Alma
Carrossel dos Sonhos
Delicatesse
Encantamento
Llena de Pasión
Inner Promenade
Inverno no Convento
Renovação
Riacho
Asas de Fogo
Entrada Livre
11 de setembro às 18:00
Sala dos Espelhos

Concerto de Música de Câmara

Ensemble Tutti per l'arte
Isabel Mayasoprano
Rafaela Veigamezzo-soprano
Francisco Reispiano/cravo
Joel Azevedoviolino
Rogério Monteiroviolino
Bruno Sousaviola
Sónia Vicentevioloncelo
Rui Pereiracontrabaixo
André Vieiraclarinete
Krisztina Dobnerflauta

Entrada Livre
13 de setembro às 18:00
Sala dos Espelhos

Concerto de Música de Câmara

Quarteto Schumann
Erik Schumannviolino
Ken Schumannviolino
Liisa Randaluviola
Mark Schumannvioloncelo
Diemut Poppenviolino/viola

Desde 2010, o "Festival Cantabile – A Arte da Música de Câmara" proporciona o encontro do público português com alguns dos melhores intérpretes de música de câmara da Europa. Sob a direção artística de Diemut Poppen, os solistas alemães apresentam um abrangente programa de concertos, ensaios abertos e workshops, apresentando um vasto repertório do barroco ao contemporâneo.
Entrada Livre
18 de setembro às 18:00
Sala dos Espelhos


Recital de Harpa

Giulia Vasapolloharpa

Giulia Vasapollo, harpista italiana, dedica-se ao estudo da Harpa Céltica-Popular desde a adolescência participando em inúmeros concertos e eventos. Ao longo dos anos,  tem-se apresentado em diversas localidades europeias participando em festivais de renome internacional, exposições, eventos musicais, conferências em Itália e no estrangeiro, como solista e com vários grupos instrumentais, experimentando múltiplos géneros, desde a música medieval à música pop. Tem colaborado com o ator Mario Pirovano no espetáculo teatral, "O Santo Bobo Francisco". Atualmente estuda Harpa Clássica e Composição no Conservatório Bruno Maderna de Cesena.
Entrada Livre
23 de setembro às 21:00
Sala dos Espelhos


Concerto de Música de Câmara

Ensemble Tutti per l'arte
Isabel Mayasoprano
Rafaela Veigamezzo-soprano
Francisco Reispiano/cravo
Joel Azevedoviolino
Rogério Monteiroviolino
Bruno Sousaviola
Sónia Vicentevioloncelo
Rui Pereiracontrabaixo
André Vieiraclarinete
Krisztina Dobnerflauta

Entrada Livre
27 de setembro às 18:00
Sala dos Espelhos


Recital de Piano

Rüya Tanerpiano

Iniciativa da Embaixada da Turquia
Entrada Livre
30 de setembro às 18:00
Sala dos Espelhos


Transportes:
Metro: Restauradores
Comboio: Rossio
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 91, 709, 711, 736, 746, 783
Eléctricos: 12, 15
Elevadores: Glória, Santa Justa

Fonte:

Até 8 de Setembro, 2014: Espectáculo Multimédia - PERDI O CORAÇÃO EM LISBOA

Sessões diárias às 22, 23 e 24 horas.
Terreiro do Paço, Praça do Comércio

“Perdi o Coração em Lisboa” propõe uma viagem pela cidade e a sua multiplicidade cultural, num espetáculo de videomapping 3D e um jogo de luz e som, com entrada livre.
O espetáculo, promovido pela Associação de Turismo de Lisboa com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e da EGEAC, é produzido por OsKar & Gaspar, tem música dos BeaTbombers (DJ Ride & Stereossauro) e conta com a participação dos artistas convidados Alexandro Farto aka Vhils, Tamara Alves e Miguel Januário (+-).
O público tem ainda a possibilidade de partilhar fotografias do espetáculo através da utilização hashtag #perdiocoracaoemlisboa e do QR Code disponível no local.
A Câmara de Lisboa apela ao uso dos transportes públicos nas deslocações para o espetáculo, a fim de se evitar congestionamentos rodoviários naquela zona da cidade."

Transportes
Metro: Terreiro do Paço
Autocarros: 709, 711, 714, 732, 735, 736, 758, 759, 760, 781, 782 

Eléctricos: 12, 15, 25, 28
Barco: Terreiro do Paço, Cais do Sodré
Comboio: Cais do Sodré, Rossio, Santa Apolónia

Setembro, 2014: Programação - O BOM, O MAU E O VILÃO


► Segunda 1 Setembro:

Cinema | Ciclo Clássicos da Literatura no Cinema – Hercules (1958), de Pietro Franciscini | 22h (107 min.)
Clássicos da Literatura no Cinema.
O Núcleo de Programação Cinematográfica traz ao Bom, o Mau e o Vilão alguns dos maiores clássicos da Literatura adaptados ao grande ecrã. Os longínquos heróis da mitologia grega e figuras tão modernas quanto Eliza Doolitle vêm transpor para o cinema questões profundas da psicologia universal.
Dirigido por Pietro Franciscini, Le fatiche de Ercule (em italiano, no original) revisita a mitologia grega e a lenda de Hércules, reunindo-a com a história de Jasão e os Argonautas. O poderoso filho de Zeus, condenado a 12 tarefas pela sua ciumenta "madrasta", Hera, é neste filme interpretado pelo culturista Steve Reeves. O físico hercúleo deste actor americano venceu por diversas o título de Mr America e de Mr Mundo, tendo aberto as portas do cinema a figuras como Sylvester Stallone ou Arnold Schawznegger.

Jazz Jam | Filipe Melo (piano), Romeu Tristão (contrabaixo), João Pereira (bateria) & convidados | 23h30 às 01h30 | 
Improvisações jazzísticas a cargo do pianista/realizador de cinema/ autor de banda desenhada português Filipe Melo, acompanhado ao contrabaixo pelo promissor Romeu Tristão e na bateria por João Pereira. Como presente para todos os clientes d’O Bom, o Mau e o Vilão trazem diversos convidados para uma Jam que acontece todas as segundas.

► Terça 2 Setembro:
Jazz no Cais: Loose Canon | 22h30 às 24h30 | 
Alexandre Simões (sax); Diogo Santos - (piano); André Mota (bateria)
LOOSE CANON produz um jazz ao estilo West Coast, Cool Jazz. O grupo apresenta um reportório dedicado aos temas clássicos, standards, canções compostas maioritariamente para os filmes da Broadway, compositores como Irving Berlin, Cole Porter, Frank Churchil/Larry Morey, Jeremy Kern, Richard Rodgers. 
LOOSE CANON privilegiam a espontaneidade na improvisação, a melodia nos solos e a interacção entre os músicos nas suas actuações ao vivo.

► Quarta 3 Setembro:
Retro Sessions | Corações de Atum | 23h00 às 02h |
Temos o prazer de servir um concerto de Jazz com escamas! Mas não servimos umas escamas quaisquer! As nossas escamas – também conhecidas por “asas de mosca”, são em forma de coração e também servem para voar! Os atuns, reis dos peixes e das peixas, não deixam os seus dotes por mãos alheias, e apresentam o seu produto a todos aqueles que procurem uma noite jazz com acção e aventura!
Mas não se trata de um Jazz qualquer. É jazz picante, senhoras e senhores! Jazz com piri-piri, com tabasco, enfim: com uma especiaria muito própria, algo a que os grandes gourmands chamam “afrodisíaco” – uma explosiva mistura de África com Dizzy (Gillespie), enfim: em bom português, jazz com tesão – sem preservativo!
Ora aqui está um bom motivo para comparecer num serão de instrução e cultura. Boa música - executada por excelentes intérpretes - num ambiente informal em que o público se diverte aprendendo, ou se preferirem, aprende, divertindo-se! Os nossos atuns sabem muito bem – melhor até que alguns “carapaus de corrida” – que mais vale aprender a rir que a chorar! Aceitem pois - de mão beijada - este convite para saborear estas delícias-do-bar acabadinhas de sair da nossa última fornada de talentos. De onde isto vem – só apresentamos produtos com a máxima frescura – há mais!
Nomes como Nuno Ferreira (guitarra eléctrica), Rui Caetano (piano), Marco Franco (bateria) e João Custódio (contrabaixo), acompanham com virtuosismo o irreverente cantor Manuel João Vieira.

► Quinta 4 de Setembro: 
Retro Sessions: Dose Dupla | Maria P (The HotPan Club) & Luís Raimundo (The Poppers / Keep Razors Sharp) | 23h às 04h |
Dose Dupla: dj’s do nosso coração convidam amigos do coração deles, para um set especial nesta animada família. Para a primeira sessão de Setembro, Maria P convida Luís Raimundo (The Poppers/Keep Razors Sharp).

► Sexta 5 de Setembro:
Indie Sessions: Jorge Canadá | 23h às 04h | 
Jorge Canadá é “toca-discos” há cerca de duas décadas e animador habitual de algumas das casas mais conceituadas da capital. Mexendo-se à vontade por entre as sonoridades indie, alternativo, 80′s, 90′s e muito mais, promete uma noite cheia de sons tão clássicos quanto vanguardistas.

► Sábado 6 de Setembro: 
Good Vibes Sessions: Bailarico Sofisticado | 23h às 04h | 
Imagine-se que durante umas horas poder-se-iam apagar fronteiras com uma borracha, acender fogos com dois calhaus e ser-se de qualquer tribo, da áfrica à europa de leste, passando por brooklyn e praias tropicais. É que desde 1999 que se pode ser cidadão do mundo com um Bailarico Sofisticado assim - que o digam os milhares de pessoas que com eles fazem nascer o Sol no encerramento do FMM de Sines.



► Segunda 8 Setembro:

Jazz Jam | Filipe Melo (piano), Romeu Tristão (contrabaixo), João Pereira (bateria) & convidados | 24h às 02h |
Improvisações jazzísticas a cargo do pianista/realizador de cinema/ autor de banda desenhada português Filipe Melo, acompanhado ao contrabaixo pelo promissor Romeu Tristão e na bateria por João Pereira. Como presente para todos os clientes d’O Bom, o Mau e o Vilão trazem diversos convidados para uma Jam que acontece todas as segundas.

► Terça 9 de Setembro:
Cinema | Ciclo Clássicos da Literatura no Cinema - Pigmaleão (1938), de Anthony Asquith e Leslie Howard | 22h (96 min.) |
A peça de Bernard Shaw, que por sua vez vai encontrar a lenda grega com o mesmo nome, foi pela primeira vez levada ao cinema pelo alemão Erich Engel. Pioneira do mito moderno cristalizado em My Fair Lady, encontramos a transformação da florista Eliza Doolitle em dama da alta sociedade como símbolo da capacidade humana de determinar os seus próprios objectivos e concretizar sonhos.

Jazz no Cais | Gonçalo Marques (trompete) e Demian Cabaud (contrabaixo) | 23h30 às 01h30 | 
Este é um grupo de músicos de Jazz que toca essencialmente música original, e que, procurando trazer as suas diferentes influências e experiências para o palco, busca uma identidade própria e distinta. Gravou os seu primeiro Cd “ Da vida e da morte dos animais“ em 2010 para a editora TOAP.
Gonçalo Marques
Comecou por estudar trompete na escola do Hot-clube de Portugal com João Moreira e mais tarde com Steve Maison. Mais tarde é convidado para a BigBand do Hot-Clube e é escohido para representar a escola do Hot-Clube no encontro internacional de escolas de Jazz organizado pela IASJ em Boston. É-lhe atribuída uma bolsa de estudo para o prestigiado Berklee College of Music de Boston onde estuda com Tiger Okoshi, Hal Crook, Dave Santoro, Bill Pierce, Ed Tomassi e ainda John McNeill do New England Conservatory. Licencia-se em Março de 2005 e regressa a Portugal no final desse ano. Actualmente é um participante activo no meio musical português, é director pedagógico do “férias com Jazz” no CCB e é professor na escola do Hot-Clube, na Escola Superior de Musica de Lisboa e Universidade Lusíada. Toca regularmente com as Bigbands do Hot-Clube e Reunion e gravou “ Da vida e da morte dos animais“ em 2010 para a editora TOAP, o seu primeiro Cd como líder, que tem como convidado o reputado saxofonista Bill McHenry.
Demian Cabaud
Demian Cabaud é um musico argentino residente em Portugal à alguns anos. Estudou no Instituto Tecnologico de Música Contemporânea em Buenos Aires e no Berklee College of Music. Tocou com alguns dos melhores músicos nacionais e estrangeiros como Lee Konitz, Chris Cheek, Mark Turner, Rich Perry, Rick Margitza, Ohad Talmor, Perico Sanbeat, Jesus Santandreu, David Schnitter, Phil Grenadier, Darren Barret, Russ Johnson, Jason Palmer, Juan Cruz Urquiza, Bill Carrothers, Leo Genovese, Albert Sanz, Mario Laginha, John Riley, Jorge Rossy, Gerald Cleavert, Francisco Mela, Dan Weiss, Ferenc Nemeth, Alexandre Frazao, Bruno Pedroso, André Souza Machado, João Lencastre, Nuno Ferreira, Afonso Pais, André Fernandes, André Matos, Francisco Pais, Jorge Reis, Pedro Moreira, João Moreira e actua regularmente com a Orquesta de jazz de Matosinhos e com o grupo da cantora Maria Joao. É professor na Universidade Luisíada de Lisboa, na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo e o seu segundo disco como lider vai ser editado em breve pela editora TOAP.

► Quarta 10 Setembro:
Good Vibes Sessions: FunkOffAndFly | 23h00 às 02h |
Uma big band bem ao estilo seventies e com claras influencias da época.
Os funkoffandfly trazem de volta o espírito do soul funk Afro-Americano, com espectáculos bem musicados e de enorme interacção com o público, reivindicado a boa disposição e garantindo uma festa cheia de groove, onde saltam da cartola os passos de dança mais estranhos e desinibidos.
A família funkoffandfly surge em 1998 com Bruno Matos (voz/composição) como mentor do projecto recebendo ao longo dos anos todos os restantes membros da família como Pedro Abreu (guitarras/composição), Ricardo Balixa (bateria), Manuel Jónatas (viola baixo), Fausto Ferreira (pianos, teclados, synts/composição), Pedro Cadete (percussões), David Paris (turn-tables), Nuno Reis (trompete), Eduardo Lála (trombone), Luís Silva (saxofones), Selma Uamusse (coros), Anastácia (coros), Marina Fung (coros), Inês Silva (coros), Luísa Silva (coros) e tantos outros artistas que fazem ou fizeram parte da família funkoffandfly num ou noutro momento.
Assim, a melhor banda de Funk portuguesa tem prevista a saída do seu primeiro trabalho de originais brevemente, levando ao público este novo trabalho que vai oferecer, pela primeira vez, uma lufada de “som fresco” a todo o Portugal e arredores!

► Quinta 11 de Setembro:
Retro Sessions: Dose Dupla | Señorita Scarlett & Señor Sue present Voodoo Suite | 23h às 04h |
A segunda Dose Dupla vem como um whiskey bem servido no tempo da lei seca: a bela Señorita Scarlett dos Cais Sodré Cabaret convida o eterno Señor Sue para uma grande noite à moda antiga.
Voodoo Suite é uma noite de ritmos quentes criteriosamente escolhidos por Señorita Scarlett & Señor Sue, que trazem na mala muito rhythm n’ blues, tittyshakers, exótica, mambo, rumba, calypso, screaming gospel e outras preciosidades de todos os portos deste mundo. Música para encantar e enfeitiçar qualquer um, banda sonora para cocktails coloridos e fumegantes de rum, tequilla, cachaça e ingredientes secretos, em ambientes tropicais propícios a rituais e danças frenéticas de modo a exorcizar os elegantes e exóticos demónios e curiosos presentes…Fica o convite a gigolos latinos, muchachas temperamentais, baianas e pachucons... Manos Arriba Y Tamboo!

► Sexta 12 de Setembro:
Indie Sessions: madM | 23h às 4h |
madM,uma dj que serve cocktails musicais de indie, new wave, synthpop, electronica e outras coisas que tais. Doses genuínas para revitalizar corpo e mente, porque a música é a melhor e mais saudável droga de sempre.

► Sábado 13 de Setembro:
Good Vibes Sessions: Kaspar | 24h às 4h |
Um dos mais respeitados jovens no panorama do djing nacional – para ele, a música é a base da vida, a celebração da mesma. Um veterano com pouca idade e quase 20 anos de carreira.



► Segunda 15 de Setembro:

Cinema | Ciclo Clássicos da Literatura no Cinema | Cyrano de Bergerac (1956), de Stanley Kramer | 22h (112 min.)
A primeira versão cinematográfica do famoso poema do francês Edmond Rostand foi assinado pelo americano Stanley Kramer e directAmente adaptado da tradução americana em verso simples de Brian Hook. Esta produção, ainda que de baixo orçamento, fez furor na época, sobretudo pela interpretação de José Ferrer como Cyrano, vencendo diversos prémios.




Jazz Jam: Filipe Melo (piano), Romeu Tristão (contrabaixo), João Pereira (bateria) & convidados | 23h30 às 01h30 | 
Improvisações jazzísticas a cargo do pianista/realizador de cinema/ autor de banda desenhada português Filipe Melo, acompanhado ao contrabaixo pelo promissor Romeu Tristão e na bateria por João Pereira. Como presente para todos os clientes d’O Bom, o Mau e o Vilão trazem diversos convidados para uma Jam que acontece todas as segundas.

► Terça 16 de Setembro:
Jazz no Cais: Diogo Vida (piano), João Custódio (contrabaixo) e Jorge Moniz (bateria) | 22h30 às 24h30
O pianista e compositor Diogo Vida apresenta um conjunto de versões e de originais pensados e arranjados para um trio de piano, contrabaixo e bateria.
Acompanhado de João Custódio (Os Irmãos Catita) no contrabaixo, e de Jorge Moniz, na bateria, Diogo Vida procura consolidar a cada projeto a identidade e linguagem própria com que se expressa através do jazz.

► Quarta 17 de Setembro:
Retro Sessions: Baile Lindy Hop | 21h às 01h |
Lindy Hop é uma dança que surgiu entre 1920 e 1930, no Harlem em New York, como uma mistura de outras danças: o breakaway, o Charleston e o sapateado. Ele é dançado ao som principalmente de swing das Big Bands. O nome "lindy hop" surgiu do primeiro vôo solo cruzando o Oceano Atlântico, realizado em 1927 por Charles Lindbergh. O feito teve tanto êxito e repercussão que Lindbergh tornou-se imediatamente herói nacional. Devido à coincidência com o surgimento dos primeiros movimentos da crazy dance, esta foi batizada de lindy (de Lindbergh) e hop (salto, pulo). E foi do lindy hop, de sua enorme riqueza coreográfica, de seus loucos passos aéreos e solos que, mais tarde, a partir dos anos 50, surgiram os mais diferentes estilos de rock and roll e swing, como o jive, o rock acrobático e outras variações.
A Swing Station pretende difundir as danças vintage americanas em Portugal através de aulas regulares, workshops pontuais e exibições.

► Quinta 18 de Setembro:
Cocktail de inauguração da exposição da artista plástica Bárbara Gil Pereira | 18h00 |
O Bom, O Mau e O Vilão inaugura uma nova exposição, desta vez da artista plástica Bárbara Gil Pereira.
Artist statement: As pessoas interessam-me. Observá-las. Adivinhá-las. Talvez por ter nascido numa pequena ilha no meio do Atlântico, cresci sempre com a sensação que também eu era observada. Talvez porque numa cidade pequena todos são de algum modo “celebridades”, talvez porque no meu caso o meu pai realmente era uma. Talvez porque nestas circunstâncias muitas vezes parece não existir actividade mais interessante que “admirar” os outros.
As pessoas estão sempre presentes e são sempre o assunto.
Paradoxalmente ou talvez não, somando o facto de não ter irmãos o duelo entre a necessidade de uma solidão tranquila e o prazer do convívio social é ainda uma batalha constante. Ao mesmo tempo, tudo isto é de certo modo aplicável ao nosso tempo, à nossa cultura de reality shows e redes sociais. De repente todos somos observados e todos somos ainda que inadvertidamente voyeurs. Estamos mais ligados que nunca e mais isolados que nunca nas nossas pequenas ilhas.
Tento registar o meu tempo, muitas vezes com velaturas diáfanas das minhas experiencias e da minha perspectiva feminina mas lutando deliberadamente por um espaço que possa ser preenchido com outras histórias. Inspiro-me nos Old Masters e na cultura popular, porque acredito que eles foram os primeiros e verdadeiros artistas pop que catalogaram o espírito do seu tempo. Na verdade, o que são os frescos senão o embrião da street art?

Retro Sessions: Dose Dupla | Os Campeões do Yé Yé | 23h às 4h | 
Os Campeões de Yé Yé convidam-se um ao outro - Garage Rock, Early Soul music, Yé Yé, Psych, Beat, Sixties Mod, R&B, Blues, Freakbeat, Surf Music são as suas principais apostas.

► Sábado 20 de Setembro:
Lançamento FLANZINE | 19h30h às 22h30 |
Quando o projecto FLANZINE teve início, em Maio de 2013, tinha tudo para correr mal mas, contrariando as leis de Murphy e Keynes, a revista acabou por se materializar. 
Uma revista inspirada nos velhos fanzines, idealizada no Facebook, por dois amigos virtuais, João Pedro Azul e Luis Olival, unidos na ressaca de uma geração que sobrevive através de humor negro. Com alguma ousadia, foram contagiando um conjunto de autores e artistas de diferentes quadrantes e linguagens que se foram juntando à FLANmília (literatura, ilustração, cinema, música, fotografia, poesia, teatro). O design retro de Filipa Campos encerrou a santíssima trindade conceptual deste pudim cultural.

Good Vibes Sessions: Natty Bo (Top Cats / Flames of Rhythm - UK) | 24h às 04h | 
Natty Bo é reconhecido internacionalmente como DJ, MC, cantor e artista carismático com os seus variados projectos: The Topcats, Ska Cubano, Yiddish Twist Orchestra e a sua mais recente banda de hot swing – Natty Congeroo & The Flames of Rhythm. A sua colecção de 45rpms, 78 rpms e LPS é muito invejada e inclui jump blues, r & b, swing, latin jazz, gospel, soul, funk, ska, rocksteady, reggae, son, mambo, calypso, mento, cumbia, township jive e muito mais. Com mais de 25 anos de experiência a tocar e passar música em cerca de 55 países, Natty é ainda DJ residente na famosa noite de quinta no Soho com o Gaz’s Rockin’ Blues. Club incontornável da cena londrina e que existe há mais de três décadas. Ao longo dos anos teve ainda clubs como Killer Dillers e The Big Bamboo. Natty vem directamente do Reino Unido ao O Bom O Mau e O Vilão com um set de Funk, Soul, Ska, Cumbia e R&B preparado especialmente para nos pôr todos a dançar! Preparem-se para uma noite épica!



► Segunda 22 Setembro:

Cinema | Ciclo Clássicos da Literatura no Cinema | Grandes Esperanças (1946), de David Lean | 22h (113 min.) |
Drama britânico inspirado na novela homónima de Charles Dickens, realizado por David Lean. Esta obra a preto e branco foi imensamente apreciada na época, tanto na Europa como em Hollywood, pelas suas paisagens românticas e reapropriação literária.

Jazz Jam | Filipe Melo (piano), Romeu Tristão (contrabaixo), João Pereira (bateria) & convidados | 23h30 às 01h30 | 
Improvisações jazzísticas a cargo do pianista/realizador de cinema/ autor de banda desenhada português Filipe Melo, acompanhado ao contrabaixo pelo promissor Romeu Tristão e na bateria por João Pereira. Como presente para todos os clientes d’O Bom, o Mau e o Vilão trazem diversos convidados para uma Jam que acontece todas as segundas.

► Terça 23 Setembro:
Concerto: The Loafing Heroes | 23h00 às 01h00 |
The Loafing Heroes são uma banda em constante evolução, liderados pelo vocalista, guitarrista e compositor irlandês Bartholomew Ryan. A banda de Lisboa simboliza um encontro internacional de ideias musicais: João Tordo (Portugal) no contrabaixo, Giulia Gallina (Itália) na voz, concertina e percussão, Judith Retzlik (Alemanha) no violino e xilofone, e Jaime McGill (Estados Unidos) no clarinete baixo. Lançam um novo álbum, Crossing the Threshold, pela FNAC Cultura, no dia 4 de Abril de 2014 - o primeiro album a ser gravado em lançado em Portugal – os três álbuns anteriores (Planets, Chula e Unterwegs) foram produto dos anos da banda em Berlim. As suas canções bebem de uma variedade de interesses na viagem por cidades imaginárias e paisagens repletas de personagens fugidias, revolucionários, romances vagabundos, livros arcaicos e almas que partiram.

► Quarta 24 Setembro:
Good Vibes Sessions: Gonçalo Bilé | 23h00 às 01h00 |
No primeiro passo a perna treme, a barriga aperta, a pulsação aumenta e a adrenalina dispara. Mas o impulso é confiante e o salto não é no vazio. 
Esse salto é dado por Gonçalo Bilé, o mais novo "cantautor" a entrar na cena da música portuguesa com um disco debaixo do braço, onde a fusão folk acústico, blues, roots e pop/rock resultam num sólido conjunto de canções frescas e despreocupadas. Um álbum que descreve o quotidiano e as preocupações normais de uma pessoa normal. Neste trabalho, Gonçalo Bilé fala dos amigos, de amor e transmite uma mensagem de inconformismo com um mundo por vezes fútil. 
Para a gravação do seu primeiro registo de originais, Gonçalo Bilé rodeou-se dos amigos para fazer gravar um álbum leve e descomprometido. A produção foi conduzida por Bruno Vasconcelos (Pinto Ferreira, Guys From The Caravan) e a gravação e mistura ficaram a cargo de Nélson Carvalho (estúdios Valentim de Carvalho). O disco contou ainda com aparticipação especial de Frankie Chavez no tema “Líderes e Nações”. 
Gonçalo Bilé apresenta-se com o single “Amarrado (da cabeça aos pés)”, um tema fresco sobre vidas amorfas e a vontade de dar o salto.

► Quinta 25 Setembro: Red Mix: Pás de Problème (Exotic Speed Punk) & Masta B Selecta - O Abominável Homem do Funk | 22h30 às 04h |
Red Mix serão viagens a um universo paralelo onde tudo pode acontecer.
A Void Creations junta-se à Red Bull para mixar os ingredientes de uma explosão de sensações!
O Bom, O Mau e O Vilão será o local onde o inesperado vai acontecer uma vez por mês!
Pás de Problème:
Os Pás de Problème fazem a festa, o caos no dancefloor e no palco.
Definem a sua música através dos ritmos dançáveis, frenéticos e rápidos. Um exótico speed-party de inspiração gypsy, altamente influenciado pela improvisação do jazz mas com uma atitude caracterizada pelo delírio punk. 
As aparições dos PÁS em palco reflectem uma forte carga performática. Marcada pelo happening, pelas performances e pelas danças que surgem como fruto de uma escola artística que envolve cada concerto num novo estado, num novo espectáculo, onde tudo muda: a forma e o conteúdo.
Os Pás de Problème têm vindo a espalhar a Real Padrada, um furor contagiante, um calor latino contaminador.

Masta B Selecta – O Abominável Homem do Funk
Be very afraid - O Abominável Homem do Funk vai aterrar para uma noite cheia de funk, soul & rare grooves! Dance... or die.

► Sexta 26 Setembro:
Indie Sessions: Baile Rock Altamont | 23h às 4h | 
O melhor Baile Rock da História: de Chuck Berry a Arcade Fire, passando pelos 60s, 90s e mexendo a anca ao som do melhor soul e funk, os dados estão lançados para uma noite memorável. 

► Sábado 27 Setembro:
Good Vibes Sessions: Francisco Rebelo (Orelha Negra / Cais Sodré Funk Connection) | 24h00 às 4h00 
É o homem da música. Ele é funk, soul, roots, hip hop, pop… - em tudo ele se envolve, a tudo ele empresta um pouco da sua magia, seja nos instrumentos, seja na produção. Francisco Rebelo está no activo desde o início dos anos 90, tendo participado – e, quase sempre, fundado – bandas tão icónicas quanto os Cool Hipnoise, Orelha Negra, Cacique 97… A sua colecção de discos é de louvar e a noite será certamente inesquecível.


► Local: O Bom O Mau e O Vilão
► Morada: Rua Do Alecrim, nº21, 1200 - Cais do Sodré, Lisboa
► Entrada: Livre 
► Mapa: http://www.bing.com/maps/?v=2&cp=38.707524%7E-9.143298&lvl=19&dir=0&sty=r&rtp=pos.38.707359_-9.143532_near+Rua+do+Alecrim+21%2C+1200-014+Lisbon%2C+Portugal___e_%7Eadr.&mode=D&rtop=0%7E0%7E0%7E&form=LMLTCC"

Transportes
Metro: Cais-do-Sodré
Autocarros: 201, 202, 206, 207, 208, 210, 706, 714, 728, 732, 735, 736, 758, 759, 760, 774, 781, 782 
Eléctricos: 12, 15, 25, 28
Barco: Terreiro do Paço, Cais do Sodré
Comboio: Cais do Sodré, Rossio, Santa Apolónia