8 a 11 de Setembro, 2016: Festival TODOS


Nota: A programação será detalhada nas próximas semanas.

Fotografia de Arquitectura: os conventos/hospitais  da Colina de Santana
Duarte Belo PORTUGAL
A partir de 2 de SETEMBRO – em permanência
Partindo de um extenso espólio de fotografias documentais sobre o património edificado de todos os Hospitais, antigos conventos da Colina de Santana, esta mostra de cinco fotografias apresentadas em grande formato, no Jardim do Torel, poderá despontar a curiosidade sobre este território que permanece pouco conhecido.
Antes do festival, entra em cena uma exposição que pretende gerar um debate sobre o futuro do território.


"PROGRAMAÇÃO DO 1.º DIA, 8 SET QUINTA


18h30 Inauguração exposições fotográficas TODOS + Cocktail de abertura // fotografia, Antigo Palácio do Patriarcado

20h Piknik Horrifik // teatro culinário, Antigo quartel da GNR

21h Portugal não é um país pequeno // teatro documental, Academia Militar

21h Ocidente // teatro, Escola Secundária de Camões
22h30 Orquestra Latinidade // música, Jardim do Torel





PROGRAMAÇÃO DO 2.º DIA, 9 SET SEXTA

(CANCELADO) 11h às 23h, 24h da vida de uma mulher e de um cavalo // performance, Jardim do Campo Santana, ENTRADA LIVRE
14h às 20h Exposições fotográficas TODOS // fotografia, Antigo Palácio do Patriarcado
14h às 20h Sala com pássaros // biblioteca ao ar livre Jardim do Campo Santana
14h30 Visita à Academia Militar // visita guiada Academia Militar, ENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
16h Treinos de Campo // exercício físico, Jardim do Campo Santana
17h Treinos de Campo // exercício físico, Jardim do Campo Santana
17h30 Visita ao Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses – Núcleo Museológico // visita guiada, INMLCFENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
18h Visita ao Convento Encarnação // visita guiada, Convento EncarnaçãoENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
19h às 23h30 Cozinhas Paraíso // sabores, Gomes Freire 98
19h30 Gentileza de um Gigante // dança/performance, Academia Militar
20h Piknik Horrifik // teatro culinário, Antigo quartel da GNR
21h Bobines // clown  Academia Militar 
21h30 Ocidente // teatro  Escola Secundária de Camões
23h Gentileza de um Gigante // dança/performance Academia Militar



PROGRAMAÇÃO DO 3.º DIA, 10 SET SÁBADO

(CANCELADO) 11h às 23h, 24h da vida de uma mulher e de um cavalo // performance, Jardim do Campo Santana, ENTRADA LIVRE
11h às 13h Atelier de funambulismo // novo circo, Jardim do Campo Santana
11h Treinos de Campo // exercício físico, Jardim do Campo Santana
12h Treinos de Campo // exercício físico, Jardim do Campo Santana
14h às 20h Exposições fotográficas TODOS // fotografia, Antigo Palácio do Patriarcado
14h às 20h Exposição Estudos Arquitectónicos para a Colina de Santana // arquitectura, Palácio Centeno
14h às 20h Sala com pássaros // biblioteca ao ar livre, Jardim do Campo Santana
14h30 Conversa À volta da Mesa com Arq.ª Mariana Salvador // arquitectura e sociologia, Goethe-InstitutENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
15h Visita à NOVA Medical School // visita guiada, NOVA Medical SchoolENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
15h às 19h Volta ao mundo num mini-snack // sabores, Jardim do Campo Santana
15h30 às 18h30 Campos de Dança // dança, Jardim do Campo Santana
15h30 às 18h30 Chez Sharmin // exposição de têxteis orientais, Jardim do Campo Santana
15h30 | Panóptico | Escutar Ângelo de Lima [leituras], ENTRADA LIVRE
15h30 às 17h30 | Hall de entrada Hospital Miguel Bombarda | Emissão ao vivo da Rádio Aurora [entrevistas], ENTRADA LIVRE
16h Conversa Alimentos, circulação, identidades // sociologia da alimentação, Goethe-InstitutENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
16h Por Conventos, Palácios e Hospitais – Histórias de uma colina ao virar de cada esquina // conversa e visita autónoma, Academia MilitarENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
16h Visita Hospital dos Capuchos – Museu da Dermatologia Portuguesa Dr. Sá Penella // visita guiada, Hospital dos CapuchosENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
16h30 Conversa Estudos arquitectónicos para a Colina de Santana // arquitectura, Palácio CentenoENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
16h45 | Enfermaria Hospital Miguel Bombarda, Deambular com poemas pela Enfermaria das Palavras [leituras], ENTRADA LIVRE
17h Portugal não é um país pequeno // teatro documental, Academia Militar
17h30 Visita à NOVA Medical School // visita guiada, NOVA Medical SchoolENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local 
17h30 Conversa Enredos na Colina // sociologia do quotidiano, Galeria MonumentalENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
18h00 | Enfermaria Hospital Miguel Bombarda | Bruta – Ana Deus e Nicolas Tricot [concerto], ENTRADA LIVRE
18h Visita ao Hospital de Santa Marta // visita guiada, Hospital de Santa MartaENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
19h às 21h30 Cozinhas paraíso // sabores, Gomes Freire 98
20h Piknik Horrifik // teatro culinário, Antigo Quartel da GNR
20h30 Bobines // clown, Academia Militar 
21h Ocidente // teatro, Escola Secundária de Camões
21h30 Travessia // novo circo/funambulismo/música, Jardim do Campo Santana, ENTRADA LIVRE
22h30 N3rdistan // música, Jardim do Torel, ENTRADA LIVRE



PROGRAMAÇÃO DO ÚLTIMO DIA, 11 SET DOMINGO

(CANCELADO) 11h às 23h, 24h da vida de uma mulher e de um cavalo // performance, Jardim do Campo Santana, ENTRADA LIVRE
11h às 13h Atelier de funambulismo // novo circo, Jardim do Campo Santana
11h Treinos de Campo // exercício físico, Jardim do Campo Santana
12h Treinos de Campo // exercício físico, Jardim do Campo Santana
14h às 20h Exposições fotográficas TODOS // fotografia, Antigo Palácio do Patriarcado
14h às 20h Exposição Estudos Arquitectónicos para a Colina de Santana // arquitectura, Palácio Centeno
14h às 20h Sala com pássaros // biblioteca ao ar livre, Jardim do Campo Santana
15h30 às 18h30 Campos de Dança // dança, Jardim do Campo Santana
15h30 às 18h30 Chez Sharmin // exposição de têxteis orientais, Jardim do Campo Santana
15h às 19h Volta ao mundo num mini-snack // sabores, Jardim do Campo Santana
15h Visita ao Hospital de São José // visita guiada, Hospital de São JoséENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
15h Visita ao Hospital Miguel Bombarda // visita guiada, Hospital Miguel BombardaENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
15h Visita ao Palácio Centeno: azulejaria // visita guiada, Palácio CentenoENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
15h30 Conversa/Visita O que pode um Jardim // arquitectura paisagista, Jardim do Campo Santana e Jardim do TorelENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
16h Visita à NOVA Medical School // visita guiada , NOVA Medical SchoolENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
16h30 Visita ao Palácio Centeno: azulejaria // visita guiada, Palácio CentenoENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
17h Visita ao Hospital Miguel Bombarda // visita guiada, Hospital Miguel BombardaENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
17h Bobines // clown, Academia Militar 
17h às 19h Atelier de funambulismo // novo circo, Jardim do Campo Santana
17h30 Conversa Estudos arquitectónicos para a Colina de Santana // arquitectura, Galeria MonumentalENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
18h Violons Barbares // música, Capela do Hospital dos Capuchos ENTRADA LIVRE
18h Visita ao Convento da Encarnação // visita guiada, Convento EncarnaçãoENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
18h Visita à NOVA Medical School // visita guiada, NOVA Medical SchoolENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
19h Portugal não é um país pequeno // teatro documental, Academia MilitarENTRADA LIVRE com Levantamento de senha no local
19h às 23h30 Cozinhas Paraíso // sabores, Gomes Freire 98
20h Piknik Horrifik // teatro culinário, Antigo quartel GNR
21h Ocidente // teatro, Escola Secundária de Camões


Permanente | Exposição
Património Hospitalar da Colina de Santana // fotografia
Passeio do Torel


Visitas guiadas: para compreender e conversar
Este ano, o Festival TODOS responde ao enorme entusiasmo com que o público afluiu às visitas guiadas oferecidas na edição anterior com um programa mais completo e que se estende à História, à Sociologia e à Arquitetura.
Haverá oportunidade de rever alguns lugares marcantes da História da Colina, como o Hospital de São José, o Convento da Encarnação, a NOVA Medical School ou a Academia Militar; mas também novos pontos notáveis a descobrir passeando.

ACADEMIA MILITAR
Coronel Victor Lourenço
9 SET – 14h30 [duração 90min]
Paço da Rainha
NOTA: Participação limitada a 25 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.

INSTITUTO NACIONAL DE MEDICINA LEGAL E CIÊNCIAS FORENSES - NÚCLEO MUSEOLÓGICO
Manuela Marques
9 SET – 17h30
[duração 30min]
Rua Manuel Bento de Sousa, nº3
NOTA: Participação limitada a 20 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.

CONVENTO DA ENCARNAÇÃO DA ORDEM DE AVIS 
André Silva 
9 e 11 SET  – 18h00 
[duração 60min]
Largo do Convento da Encarnação
NOTA: Participação limitada a 30 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.

NOVA MEDICAL SCHOOL - FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS
Inês Rodrigues, Manuel Costa, Paulo Gomes, Rita Gano, Rita Silva
10 SET – 15h00 e 17h00 [duração 40min]
11 SET – 16h00 e 18h00
Campo Mártires da Pátria, nº 130
NOTA: Participação limitada a 30 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.

HOSPITAL DOS CAPUCHOS
MUSEU DA DERMATOLOGIA PORTUGUESA DR. SÁ PENELLA
MEMÓRIAS DO DESTERRO, O HOSPITAL DOS AFETOS
Célia Pilão
10 SET – 16h00
[duração 60min]
Alameda de Santo António dos Capuchos
NOTA: Participação limitada a 25 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.

HOSPITAL DE SANTA MARTA
Aqui batem corações há séculos
Célia Pilão
10 SET – 18h00
[duração 120min]
Rua de Santa Marta, nº 50
NOTA: Participação limitada a 40 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.

HOSPITAL DE SÃO JOSÉ
Uma casa de todos, um monumento da cidade
Célia Pilão
11 SET – 15h00
[duração 120min]
Entrada pela Rua Manuel Bento de Sousa
(ponto de encontro: átrio do edifício da Biblioteca)
NOTA: Participação limitada a 40 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.

HOSPITAL MIGUEL BOMBARDA
Um Museu de Arte e Ciência, arquiteturas e locais únicos, classificados e ainda desconhecidos
Vítor Albuquerque Freire
11 SET – 15h00 e 17h00 
[duração 90min]
Rua Dr. Almeida Amaral
NOTA: Participação limitada a 25 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.

PALÁCIO CENTENO / UL
Se estas paredes falassem. 
Os painéis de azulejos do Palácio Centeno
Alexandre Pais
11 SET – 15h00 e 16h30 
[duração 60min]
Alameda de Santo António dos Capuchos, nº1
Em parceria com o Museu do Azulejo

NOTA: Participação limitada a 25 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.



Vamos conversar sobre a Colina
Conversas
Este ano, o Festival TODOS responde ao enorme entusiasmo com que o público afluiu às visitas oferecidas na edição anterior um programa mais completo e que se estende à História, à Sociologia e à Arquitetura.
Convocamos o público para, através de um conhecimento mais profundo do passado da Colina, pensar a arquitetura paisagística local e como esta se inscreve e informa o panorama da cidade, ou os exercícios sobre o futuro urbano e arquitetónico da Colina, os seus prós e contras…
Haverá conversas sobre a História da Colina; sobre o bairro, as suas tribos e rituais; sobre a comida, as suas nacionalidades e nomadismos, e ainda sobre a configuração e transformações das cozinhas e rituais da refeição ao longo dos tempos.


Conversas
À volta da Mesa
Mariana Salvador (arquiteta)
10 SET – 14h30 , [duração 60min]
Goethe-Institut – Campo Mártires da Pátria, nº37
Sentar em torno da mesa e partilhar um alimento comum, reveste-se de múltiplos significados: é um momento de construção de identidade individual e de afirmação de uma comunidade. É uma ocasião pautada por regras de etiqueta, saber-fazer, escolhas simbólicas e valores estéticos. A refeição é também o culminar de uma cadeia de atividades de produção, preparação e confeção dos alimentos, na qual a casa e o espaço da cozinha são os cenários privilegiados e a mulher a figura central. Responde a uma necessidade biológica e natural de forma assumidamente cultural, refletindo a cultura de cada povo e o contexto de cada família.
Venha sentar-se connosco e conversar sobre um dos atos mais profundamente humanos do nosso quotidiano!
NOTA: Participação limitada a 100 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.


Alimentos, circulação, identidades 
José Manuel Sobral (sociólogo)
10 SET – 16h00, [duração 60min]
Goethe-Institut – Campo Mártires da Pátria, nº 37
As cozinhas com que nos identificamos detêm uma história feita de mobilidade. Nesta conversa fala-se por um lado da circulação de alimentos e receitas, e, por outro, da sua fixação nas cozinhas nacionais e locais. Partiremos do exemplo do bacalhau, que adquiriu um papel icónico na culinária portuguesa e na de diversos países do Atlântico, e do calulu, que seguiu também as rotas dos impérios e da escravatura, e que se transformou num emblema de várias cozinhas, de S. Tomé e Príncipe ao Brasil.
NOTA: Participação limitada a 100 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.


Por Conventos, Palácios e Hospitais 
Histórias de uma Colina ao virar de cada esquina
Carlos Boavida (arqueólogo)
10 SET – 16h00, [duração 75min]
Academia Militar – Rua Gomes Freire
Conversa seguida de passeio autónomo a pontos notáveis da Colina de Santana.
Uma viagem pela história da Colina de Santana.
Apesar de ser um dos locais onde existem evidências mais antigas da presença humana na cidade de Lisboa, a colina de Sant’Ana, definida pelo leito das ribeiras de Valverde e Arroios, manteve-se como uma área periférica ao núcleo urbano praticamente até ao final da Idade Média. Foi nessa altura que esta zona, talvez usada para pastoreio, começou a ser progressivamente ocupada, embora condicionada pela muralha fernandina erguida no final do século XIV. A área do topo da colina era então um grande terreiro, conhecido como curral do gado, onde aquele era reunido, vindo dos arredores, para ser vendido no mercado da cidade.
A importância da colina começou a alterar-se em meados do século XVII quando Catarina de Bragança, viúva de Carlos II de Inglaterra, passou a viver no local, tendo mandado erguer para o efeito um paço e outros edifícios próximos do terreiro existente
Tal como os conventos, também estes palácios foram responsáveis pela fixação de comunidades ao seu redor, uma vez que os criados e servos destas casas residiam naquelas ou nas suas proximidades. Esta situação mantem-se após o terramoto de 1755, altura em que várias famílias se mudam para a colina, onde os estragos provocados pela tripla catástrofe foram moderados.
As políticas liberais vão levar a diversas alterações no uso dos espaços da colina. Com o fim das ordens religiosas em 1834, a maioria conventos foram desactivados, passando a ter funções médico-hospitalares, à medida que foram sendo progressivamente anexados ao Hospital de São José.
Embora a família real tenha deixado de residir na colina, tendo o paço sido cedido à Academia Militar, a maioria dos palácios continua a existir, apesar de nalguns casos terem sido adaptados a outras funções.
Em parceria com Lisboa Autêntica
NOTA: Participação limitada a 100 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.


Estudos arquitetónicos para a Colina de Santana 1 
Ana Bruto da Costa, Ana Patrícia Pires, Ana Sofia Guerra, Catarina Aguilar, Eduardo Arnaut, Gabriela M. S. Moniz, João Moreira, Mariana Calvete, Margarida Leão, Pedro Serra (arquitetos) 
10 SET – 16h30, [duração 75min]
Palácio Centeno / UL – Alameda de Santo António dos Capuchos, nº1
Um momento especial de encontro com jovens arquitetos que durante a fase final da sua formação se dedicaram a estudar e a investigar os hospitais da Colina, propondo novas formas de fazer cidade, com um imenso respeito pelo pré-existente.
NOTA: Participação limitada a 30 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.


Enredos na Colina
Orlando Alves Garcia (sociólogo)
10 SET – 17h30 , [duração 75min]
Galeria Monumental – Campo Mártires da Pátria, nº 101
Uma conversa a céu aberto, dentro de um pátio onde convidados e convidadas procuram sentidos entrelaçados. Vamos vislumbrar caminhos e atalhos dos quotidianos da Colina, nas suas tribos sociais e nos seus rituais. Vamos configurar dinâmicas de sociabilidade entre rotinas e acontecimentos e, quem sabe, desvendar alguns interstícios das vidas que por aqui proliferam.
NOTA: Participação limitada a 80 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.


O que pode um Jardim 
João Gomes da Silva (arquiteto paisagista)
11 SET – 15h30, [duração 90min]
Ponto de encontro: entrada do Jardim do Torel Rua Júlio de Andrade
Um convite a conhecer por dentro os Jardins do Campo de Santana e do Torel. A partir de um jardim, podemos pensar Lisboa e os seus pequenos paraísos desaparecidos, olhar o que já lá não está e concluir por que caminhos se faz a cidade.
NOTA: Participação limitada a 30 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.


Estudos arquitetónicos para a Colina de Santana 2 
Belém Lima, Inês Lobo, João Favila, Teresa Nunes da Ponte (arquitetos) 
Duarte Belo (fotógrafo)
11 SET – 17h30, [duração 90min]
Galeria Monumental – Campo Mártires da Pátria, nº 101
O Festival TODOS quis nesta edição, conhecer os que foram convidados a conceber planos de arquitetura para que uma nova realidade pudesse surgir na Colina de Santana – também apelidada de Colina da Saúde –, e ir ao encontro do fotógrafo que a documentou. Focaram-se no património muito valioso dos conventos que em certo momento da História da cidade se transformaram nos hospitais de referência de todos os lisboetas. Uma cidade só é viva quando em mutação permanente. Queremos saber que transformação se imaginou, que exercícios de arquitetura se realizaram, e que desígnio se desenhou para a cidade.
NOTA: Participação limitada a 80 pessoas. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.



Contestar e reconstruir 500 anos de colonialismo
Partindo dos testemunhos de antigos colonos portugueses entrevistados pelo autor, este espetáculo de teatro documental reflete sobre a ditadura e a complexidade do fim do colonialismo português.

Teatro Documental
PORTUGAL NÃO É UM PAÍS PEQUENO
André Amálio | Hotel Europa 
Portugal
8 SET – 21h00 | 10 SET – 17h00 | 11 SET – 19h00
[duração 90min] M/12
Academia Militar – Rua Gomes Freire
Portugal sofreu a mais longa ditadura fascista da Europa (48 anos), e o mais persistente império colonial (500 anos). Partindo dos testemunhos de antigos colonos portugueses entrevistados pelo autor, este espetáculo de teatro documental reflete sobre a ditadura e a complexidade do fim do colonialismo português. Reproduzindo fielmente as suas palavras, André Amálio explora situações onde pessoas reais contestam e reconstroem identidades culturais. Um contributo para a reescrita da história e transmissão da memória entre gerações.
Criação musical e interpretação: Pedro Salvador

NOTA: Participação limitada a 140 pessoas por sessão. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.



(CANCELADO) Uma mulher e um cavalo encontram-se no jardim
Uma mulher e um cavalo encontram-se no Jardim do Campo de Santana. E permitem que se assista à sua vida, que como muitas das nossas vidas é composta por discussões, danças, corridas e sedução. E que ainda desafia o público a escrever cartas de amor.

Performance
24H NA VIDA DE UMA MULHER E DE UM CAVALO
Eva Shoshana Schakmundès | Compagnie Salam Toto FRANÇA
Acompanhamento musical ao vivo:
Joana Guerra Portugal
(CANCELADO) 9, 10 e 11 SET M/3
Jardim do Campo Santana

Uma mulher, vinda não se sabe de onde, chega de armas e bagagens e instala-se. Parece que traz um cavalo… Quem será? Como chegou e porque parou neste jardim? Vemo-los dormir, dançar, lavarem-se, discutir, alimentarem-se, correr, seduzir-se. Uma instalação precária e primitiva, peça de rua coreográfica, que convoca o público a participar escrevendo cartas de amor que deposita na caixa de correio do Jardim.

9, 10 e 11 Set 
Manhã - Cavalo e mulher passeiam na cidade
Tarde - Cavalo e mulher no Jardim

9 e 10 Set | 18h00 – A dança do Cavalo
11 Set | 19h00 – Aperitivo e pintura de tela

Espetáculo premiado com a bolsa: BEAUMARCHAIS-SACD
Com o apoio: LA CHARTREUSE – centre national des écritures du spectacle de Villeneuve-les-Avignon – Résidences d’écriture

Apoio à criação: Conseil régional de MIDI-PYRENEES, Conseil Général de Haute-Garonne, L'Atelline – Lieu de Fabrique Arts de la Rue Languedoc-Roussillon, EnCourS-KompleXKapharnaüM, LE CRATERE – Scène Nationale d’Alès, CRANE _Centre de ressources, La Verrerie d'Alès / Pôle National des arts du Cirque



Fusão musical e mística
Do rap à poesia árabe, este projecto de pesquisa musical é pontuado pela convergência entre culturas e épocas. E conduzido pela voz virtuosa de Walid Benselim.

Música
N3RDISTAN FRANÇA / MARROCOS
10 SETEMBRO – 22h30
[duração 80min] M/6
Jardim do Torel – Rua Júlio de Andrade
Conduzidos pela voz fabulosa de Walid Benselim e pelos seus cânticos místicos, os N3rdistan elaboram uma fusão audaciosa e inédita, serenamente vanguardista, em busca de pontos de convergência entre culturas e épocas. Projeto musical resultado de vários anos de pesquisa e trabalho, envolve a música eletrónica, o rap e a poesia árabe, numa mistura de sonoridades assentes em koras e em flautas peul.

Driven by the wondrous voice of Walid Benselim and his mystical chants, N3rdistan create a daring and unique fusion that searches for convergences between cultures and times. Result of many years of research, this musical project includes electronic music, rap and arab poetry, mixing distinct sounds through the harmony of koras and peul flutes.

Benjamin Cucciarra – flautas fula, kora, vídeo
Cyril Canerie – tambor, percussão
Walead Ben Selim – voz
Widad Broco – voz



O círculo da memória ao vivo de dois clowns
O humor e a música são as duas constantes neste espectáculo. Estes dois clowns exploram a memória através do vídeo para explorar o que somos e como queremos mostrar-nos com muitas peripécias pelo meio.

Novo Circo / Teatro Musical Clownesque
BOBINES
L’Attraction Céleste FRANÇA
9 SET – 21h00 | 10 SET – 20h30 | 11 SET – 17h00 
[duração 60min] M/3
Academia Militar – Rua Gomes Freire

Bibeu e Humphrey, dois clown músicos, querem partilhar vídeos da sua vida clownesca com o público, sentado em círculo. Memórias, testemunhos, imagens recolhidas ou fabricadas no local e em direto: a dupla experimenta através de objectos visuais poéticos a relação entre o que somos e como queremos mostrar-nos. Momentos cheios de humor e de peripécias, com a música sempre presente.
Criação e Interpretação: Servane Guittier e Antoine Manceau
NOTA: Participação limitada a 200 pessoas por sessão. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.



A íntima dança do gigante
Gigante e diminuta, esta dança íntima movimenta-se nos limites da delicadeza dos corpos. Um homem e uma mulher confrontam-se com os limites interiores e exteriores dos corpos e do mundo e dos seus poderes.

Dança / Performance
GENTILEZA DE UM GIGANTE
Gustavo Ciríaco BRASIL
9 SET - 19h30 e 23h00
[duração 1h] M/16
Academia Militar – Rua Gomes Freire

Uma mesa. Uma mulher, um homem. Uma paisagem gradualmente construída à frente dos seus corpos nus. Mãos que se movem e constroem mundos diminutos envoltos num panorama instável e em desastrosa, porém sublime, evolução. Espetáculo íntimo e delicado que evoca o constante e paradoxal confronto entre um mundo feito à medida do homem e um mundo que corre para além de si e dos seus poderes orquestradores, onde a paisagem tange o inefável.
Interpretação e colaboração: Catarina Gonçalves e Tiago Barbosa

NOTA: Participação limitada a 100 pessoas por sessão. Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa.



Bosch, êxtase e decadência
A Companhia Laika intima os espectadores a comparecerem a um grande espectáculo de teatro culinário. Mas não é só o que vem no prato que vai mexer com os sentidos: convocando Bosch para o palco, entre o paraíso e o inferno vão-se questionar alguns dos pilares em que assenta a civilização Ocidental.

Teatro Culinário
PIKNIK HORRIFIK 
Laika
BÉLGICA
8, 9, 10 e 11 SET – 20h00
[duração 90min] M/6
Antigo quartel da GNR – Largo Cabeço da Bola
Super produção a partir do misterioso quadro “O Jardim das Delícias Terrenas”, de Hieronymus Bosch. Um espaço desolado transforma-se em lugar de êxtase, onde o espectador é tentado por prazeres celestiais e exuberantes. Uma paródia muito séria sobre produção, consumo, desperdício, e a decadente superabundância das sociedades ocidentais.
Conceito: Peter De Bie, Bruno Herzeele & Elke Thuy, Michiel Soete
De e com: Alain Rinckhout, Anton Van Haver, Arnout Vandamme, Bram Smeyers, Britt De Jonghe, Bruno Herzeele, Célia Fechas, Elke Thuy, Jo Roets, Marlies Jacques, Michiel Soete, Mieke Versyp, Peter De Bie, Pieter Smet, Piet Van Deun, Rik Van Gysegem, Sara Dykmans, Silke Melis
Voluntários para popular o Céu e o Inferno: Alice Duarte, Beatriz Dias, Gonçalo Pinela, Gustavo Rebelo, Juliana Fernandes, Margarida Garcez, Maria Luís Cardoso, Matilde Tudela, Patrícia Gomes, Susana Mendonça
Laika em coprodução com: Le Volcan, scène nationale du Havre, Theaterfestival Boulevard/Jheronimus Bosch 500's, Hertogenbosch et Cultura Nova, Heerlen
Em colaboração com a Escola de Hotelaria de Lisboa
NOTA: Participação limitada a 160 pessoas por sessão.
Participação mediante reserva A PARTIR DE 25 DE AGOSTO para festival.todos.reservas@gmail.com (válida se na reserva for incluído um número de telefone) – ou, em alternativa, através do nosso número de telefone 968 911 880. 
Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 reservas/senhas por pessoa.




Andar no arame de mão dada com o equilíbrio
Não experimente isto em casa, mas saia de casa e experimente-o no Jardim do Torel: a emoção, mas também o risco (controlado pelos profissionais) de andar no arame.
Atelier de funambulismo
Companhia Basinga | Tatiana-Mosio Bongonga FRANÇA
10 e 11 de SETEMBRO
Ponto de encontro: Lugar do Todos
Um encontro real com a disciplina do funambulismo (andar no fio suspenso) em família. A experiência do risco, a procura do equilíbrio, o conhecimento de si mesmo, a concentração e a endurance.
NOTA: Participação limitada a 12 pessoas por atelier.
Participação mediante reserva A PARTIR DE 25 DE AGOSTO para festival.todos.reservas@gmail.com (válida se na reserva for incluído um número de telefone) – ou, em alternativa, através do nosso número de telefone 968 911 880. 
Levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 reservas/senhas por pessoa.



A comida de cinco continentes num palácio
Um grande palácio. Salas como cinco continentes, cinco formas de nos alimentarmos: sala líquida, sala da terra, sala animal, sala crua, sala condimentada. Cozinheiros caseiros do mundo inteiro e anfitriões recebem os convidados como em sua casa: formam-se famílias fictícias, unidas pelo gosto de experimentar uma salada inusitada de diversas culturas gastronómicas e modos de viver o ritual da refeição.
Cozinhas Paraíso
Experiência gastronómica intimamente deliciosa
Cozinheiros amadores de: Angola, Bangladesh, Brasil, Cabo Verde, Cazaquistão, China, Curdistão, Filipinas, França, Índia, Irlanda, Itália, Lituânia, México, Nepal, Peru, Portugal, Roménia, Senegal, Ucrânia, Venezuela, entre outros.
9, 19 e 11 de Setembro
Gomes Freire 98 – Rua Gomes Freire, nº98
(Lotação limitada a 100 pessoas por sessão)


Uma rede de 50 guitarras para uma funâmbula
Pedro Salvador coordena 50 guitarristas num ensaio em que se prepara um ambiente sonoro para a travessia desde o Jardim do Campo Santana até ao topo da NOVA Medical School - Faculdade de Ciências Médicas por Tatiana-Mosio Bongonga (Companhia Basinga, FRANÇA) no dia 10 de Setembro.
Novo Circo e Funambulismo / Performance Musical
Traversée
Companhia Basinga | Tatiana-Mosio Bongonga FRANÇA
Pedro Salvador PORTUGAL
10 SET – 21h30 [duração 30min] M/3
Tatiana é artista de circo desde os 7 anos, quando arriscou andar sobre o arame a 10m de altura. Esta incrível travessia desde o Jardim do Campo Santana até ao topo da NOVA Medical School será acompanhada por 50 guitarras eléctricas sob a direcção musical de Pedro Salvador. Num jogo entre o equilíbrio e o desequilíbrio, os músicos sustentam esta ascensão perigosa com a solidez de um muro sonoro disposto a 360º.


A fotografia como argumento
A fotografia como um argumento num debate sobre o património e o que se pretende para o território. A entrar na programação, apresentamos uma exposição que inaugura precisamente dentro de três semanas, ainda antes do Festival TODOS: os conventos/hospitais da Colina de Santana, de Duarte Belo.
Fotografia de Arquitectura
os conventos/hospitais  da Colina de Santana
Duarte Belo PORTUGAL 
A partir de 2 de SETEMBRO – em permanência
Partindo de um extenso espólio de fotografias documentais sobre o património edificado de todos os Hospitais, antigos conventos da Colina de Santana, esta mostra de cinco fotografias apresentadas em grande formato, no Jardim do Torel, poderá despontar a curiosidade sobre este território que permanece pouco conhecido.



INFORMAÇÃO IMPORTANTE: RESERVAS A PARTIR DE 25 DE AGOSTO
EVENTOS COM RESERVAS/INSCRIÇÕES (Eventos pagos)
- Cozinhas Paraíso (100 pessoas por sessão, total de 500 em 5 sessões)
9 e 11 SET – 19h00 às 21h00 e 21h30 às 23h30
10 SET – 19h00 às 21h00
- Piknik Horrifik (160 pessoas por sessão, total de 640 em 4 sessões)
8, 9, 10 e 11 SET – 20h00 [duração 90min] M/6
- Atelier de Funambulismo (12 pessoas por sessão, total de 36 em 3 sessões; M/8)
10 SET – 11h00 às 13h00
11 SET – 11h00 às 13h00 e 17h00 às 19h00
As reservas e inscrições fazem-se por email - festival.todos.reservas@gmail.com (válida se na reserva for incluído um número de telefone) – ou, em alternativa, através do nosso número de telefone 968 911 880.

NOTA IMPORTANTE: apenas aceitamos 2 reservas por pessoa. Nos restantes espectáculos, NÃO aceitamos reservas e deve proceder-se ao levantamento de senha no local, 1h00 antes do início do evento. Máximo de 2 senhas por pessoa. Excepto nos eventos ao ar livre. Consulte o programa para informações mais detalhadas (https://drive.google.com/file/d/0B_HjzmsJUcWqOXo4SXhZdVc4OE0/view)."


Transportes
Metro: Intendente, Picoas
Autocarros: 706, 723, 730, 760, 767, 774
Elevador: Lavra

Fonte e imagem: http://www.festivaltodos.com/intro/home

Sem comentários:

Enviar um comentário